sábado, 30 de maio de 2009

Comitê mantém esperança de Goiânia sediar a Copa de 2014

Apesar de informações extraoficiais sobre a não inclusão da capital entre as 12 cidades-sedes, governo de Goiás está otimista

Apesar de informações extraoficiais de que Goiânia estaria fora da lista das 12 cidades que vão sediar a Copa de 2014, o governador Alcides Rodrigues (PP) manifestou ontem otimismo com a candidatura da capital entre as 17 concorrentes. O jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, publicou em seu blog a relação das prováveis escolhidas, sem o nome de Goiânia, na nota intitulada Jogo Jogado, um dia depois de o presidente da Federação Goiana de Futebol (FGF), André Pitta, admitir haver dificuldades para que a capital seja uma das sedes.

“Nós temos condições de sediar jogos da Copa e apresentamos um belo projeto, temos uma localização privilegiada e riquezas naturais para atrair o turista do exterior”, afirmou o governador. Ele disse que acompanhará o anúncio das cidades que serão escolhidas da sede do Comitê Executivo Copa do Mundo 2014 em Goiânia (Coexgyn), no Setor Sul.

Ontem, durante a entrega do projeto executivo da Copa – que prevê 257 intervenções urbanísticas para a cidade – ao governador, Pitta voltou a afirmar que as capitais que não se tornarem sede terão como prêmio de consolação amistosos, festas, sorteios ou treinos. “Mas isso não acontecerá com Goiânia. Temos um dos melhores projetos”, desconversou.

Num outro tom, o diretor-executivo do Coexgyn, Barbosa Neto, não quis comentar a possibilidade de Goiânia não sediar nenhum jogo. “Nossa expectativa é de que Goiânia seja escolhida devido a um importante tripé: a força do futebol goiano, a infraestrutura existente na cidade e no Estado e, por último, pela estrutura turística goiana”, explicou.

O presidente da FGF, no entanto, enfatizou o trabalho em parceria realizado pelo Coexgyn e reafirmou que nenhuma das candidatas vai ficar sem algum tipo de evento durante a Copa. “A nossa parte foi feita. Só resta aguardar e continuar o trabalho”, disse.

Decisão
O comitê executivo da Fifa vai revelar amanhã, em Nassau, nas ilhas Bahamas, os nomes das 12 cidades que receberão os jogos da Copa de 2014, no Brasil. Dezessete cidades são candidatas e cinco estão praticamente garantidas: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Brasília.

Goiânia disputa uma vaga com Florianópolis (SC) e Natal (RN). Campo Grande (MS) e Cuiabá disputam a sede do Pantanal e Belém (PA), Rio Branco (AC) e Manaus (AM), a sede da Amazônia. Curitiba (PR), Salvador (BA), Recife (PE) e Fortaleza (CE), entretanto, também têm fortes chances de receberem os jogos da Copa.

A disputa pelas sedes será regionalizada, uma vez que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pediu à Fifa que leve o Mundial a todas regiões. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aguarda a definição para iniciar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...